Visite nossa Loja!

quarta-feira, 27 de março de 2013

Triagem Auditiva Neonatal, Teste da Orelhinha, BERA.





Um assunto que á tempos gostaria de dividir com vocês...

Meu bebe foi diagnosticado precocemente com surdez moderada, com 5 meses de vida.
Na maternidade fiz o exame da orelhinha e deu negativo, então com 15 dias voltei pra fazer novamente, deu negativo também, intrigada a fonoaudióloga, fez os testes dos pratinho e meu bebe assustou, então ela remarcou. Com 45 dias de vida repetimos  e deu negativo novamente, então ela já me encaminhou para um otorrinolaringologista, que observou pra ver se não tinha nenhuma obstrução, e como estava tudo limpinho logo ele encaminhou para fazer um exame mais específico, o Bera.
Fiz o exame nele com 4 meses e meio, pois o anestesista achou melhor esperar um pouquinho pois ele tinha que ser anestesiado com um gás pra fazer o bebe dormir, porque esse exame precisava que o bebe ficasse imóvel e tudo.
No fim de tudo peguei o resultado 1 semana depois e já marquei com o otorrino, que de imediato me deu a noticia de que meu filho tem surdez nível Moderado.
Confesso que fiquei triste, por esse probleminha, mas logo me recuperei dessa tristeza, pois graças a Deus isso é só um detalhe ne?, meu filho é lindo e esperto e vai viver normalmente como todas as crianças, só que vai precisar de um pouquinho mais de atenção.

Enfim... descobri cedo e dá tempo de eu fazer alguma coisa, terapia, buscar outras alternativas.
Ainda estou na fase da triagem para me darem um diagnóstico final, mês que vem estou indo para o Centrinho da USP,durante 5 dias onde tenho certeza de que vou sair de lá com uma resposta do probleminha dele.
Logo quando eu tiver mais informações vendo dividir aqui com vocês!




Teste da Orelhinha
Não dói, é rápido e gratuito


O Teste da Orelhinha é um exame simples para saber se está tudo bem com a audição do seu filho. Um aparelho eletrônico com fone é colocado no ouvido do bebê, o que permite ao médico ou fonoaudiólogo verificar se a criança ouve normalmente. O exame não tem contraindicações e pode ser feito com o bebê dormindo. Recomenda-se que o teste seja feito no primeiro mês de vida, mas todos os bebês devem passar pelo exame.

Como fazer o Teste da Orelhinha
Basta pedir 


Lei 12.303/10 obriga todos os hospitais e maternidades do país a realizarem o exame, gratuitamente, nas crianças nascidas em suas dependências. Peça o Teste da Orelhinha. É um direito do seu bebê.

O que fazer se a maternidade ou hospital não tiver realizado o teste
Avise o pediatra ou profissional de saúde logo na primeira consulta. Ele deverá encaminhar o bebê para os locais competentes em sua região.







BERA - Exame do Potencial Evocado Auditivo do Tronco Encefálico


O que é o teste?
Esse teste é objetivo (não depende da resposta do paciente) e avalia a integridade funcional das vias auditivas nervosas (nervo auditivo) desde a orelha interna até o córtex cerebral. O exame é indolor e não invasivo.



Sua finalidade:
Determinar se existe ou não perda auditiva e precisar seu tipo e grau.

  • Estimar se a perda auditiva detectada na audiometria tonal é decorrente de uma lesão na cóclea, no nervo auditivo ou no tronco encefálico.
  • Pesquisar integridade funcional nas vias auditivas do tronco encefálico.


Como é realizado?

  • A pele atrás das orelhas e na testa é limpa com pasta abrasiva e são fixados eletrodos (com uma fita adesiva antialérgica) nestes locais e ainda são colocados fones.
  • O paciente fica deitado, o mais tranqüilo e relaxado possível, com os olhos suavemente fechados e recebe estímulo sonoro através dos fones.
  • Sempre que o nervo auditivo e as estruturas do tronco encefálico forem ativados pelo estímulo sonoro, é gerada uma quantidade mínima de eletricidade que é captada pelos eletrodos, registrada no equipamento e interpretada pelo examinador.


Requisitos para realizar o exame:

  • O paciente deve estar deitado, o mais imóvel possível (para que não haja interferência no traçado do exame).


Na criança: 
A criança deverá estar dormindo, pois qualquer movimento interfere na resposta elétrica e inviabiliza sua interpretação.



Indicações:

  • Diagnóstico precoce da perda auditiva na criança de qualquer idade, ou mesmo adultos, pessoas nas quais não tenha sido possível realizar uma testagem subjetiva confiável.
  • Acompanhamento da maturidade das vias auditivas no quadro de hiperbilirrubinemia neonatal.



3 comentários:

  1. Olá, meu nome é Giovana,
    minha filha tem 2 meses e 20 dias... hj fez o teste da orelhinha pela terceira vez e não passou.
    a fono pediu para esperar até ela completar 6 meses para fazer um teste mais profundo. estou angustiada de ter que esperar tanto tempo. lendo seu relato me abriu a possibilidade de procurar a otorrino.
    é muito triste nao saber ao certo o problema dela. eu tenho a impressão de que minha escuta, pq ela reage a barulhos, se assusta com som auto ou quando alguma coisa cai...
    coração apertado e aflito hj

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa tarde Giovana. ..
      O ideal e procurar de imediato um otorrinolaringologiSta.
      Não entre em pânico. .. meu filho fez exames passou por foto semanal até os 20 meses. Nos últimos exames por um milagre de Deus...Deu que simplesmente ele não era surdo. A todo momento sabíamos. ..porém os exames dava o oposto. BOA SORTE. ..Dúvidas ENTRE EM CONTATO POR EMAIL indicadopelamamae@gmail.com

      Excluir
    2. Boa tarde Giovana. ..
      O ideal e procurar de imediato um otorrinolaringologiSta.
      Não entre em pânico. .. meu filho fez exames passou por foto semanal até os 20 meses. Nos últimos exames por um milagre de Deus...Deu que simplesmente ele não era surdo. A todo momento sabíamos. ..porém os exames dava o oposto. BOA SORTE. ..Dúvidas ENTRE EM CONTATO POR EMAIL indicadopelamamae@gmail.com

      Excluir