Visite nossa Loja!

domingo, 14 de outubro de 2012

Cinta pós parto, sim ou não?


Antigamente se saia da maternidade já com a cinta, inclusive nas listas que eles entregam com tudo que precisa ser levado durante a estadia na maternidade, estava lá "Cinta pós parto". Hoje em dia alguns profissionais da saúde estão vetando o uso antes de 1 mês após o parto, pelas pesquisas que fiz, alguns dizem que impedem que o útero volte ao normal no tempo certo, outros dizem que prende a circulação fazendo com que a parturiente fique inchada por mais tempo, outros dizem que o problema está nos músculos  enfim cada um com o seu "porque" de não usar, por outro lado , existem os profissionais que a provam o uso no caso da cesária.

Minha experiencia.

Primeira gravidez
Tive uma gravides gemelar na qual fiz parto normal, assim que sai do hospital comecei usar a cinta, no outro dia fosse como se tivessem me dado uma surra, sendo que no hospital eu estava ótima, usei a cinta por 7 dias mais ou menos e as dores não passavam deduzi que fosse a cinta e resolvi tirar, 2 dias depois era como se eu não tivesse nadinha.   Minha barriga voltou, claro que não com perfeição, mas voltou 7 meses depois.

Segunda gravidez
Parto normal, e simplesmente, não usei a cinta, não senti nenhuma dor, á não ser o desconforto dos pontos, e minha barriga esta voltando sim, bem devagar.

Na minha opinião isso depende muito do biotipo da mulher, depois da alimentação e do tipo de vida que leva, sedentária ou ativa. 

Eu em particular sou do tipo á favor de deixar o seu corpo trabalhar naturalmente, e encarar as "cicatrizes da maternidade". Penso da seguinte maneira : Meu corpo teve diversas modificações por um período de 9 meses, cresci e gerei, então nada mais justo que deixar que meu corpo volte no tempo dele.
Sem sofrimento e sem sufoco!










Um comentário:

  1. Concordo plenamente com vc , eu tive um parto normal e só vim usar cinta uns dez dias depois e não aguentei aquela coisa me apertando e não usei mais, mas eu acho que minha barriga está voltando aos poucos, meu filho está com quatro meses. Beijos

    ResponderExcluir